Mande a um amigo

 

 

DONNER

 

Donner chegou a Braga

Numa tarde cálida e fogosa.

Conheceu uma Minhota

Numa matinée do Teatro Circo

E por ela se apaixonou.

Viveu promessas e beijos roubados

Nas escadarias do Bom Jesus

E um tórrido romance

Em noites em que o Astória

Era palco e desfile

De Fogueiras de Vaidades.

Inebriou-se em Paços Clericais

E fotografou imagens eternas

Na Sé e na enigmática Maximinus.

Mas um dia a tristeza tomou conta dele

E num repente

Quando a Arcada iluminava já

Um estridente São João,

Ele não aguentou e voltou.

Porque Donner

Era um Inglês,

E o Sangue

E a Pátria

Tal como a nós Portugueses

Chamam sempre

Até ao fim...

 

Autor ©: Peter Lee Dolphein

Braga/Portugal, January 9th 2002

http://www.peterleedolph.com

 

Last Modified April 28th 2007 Contact me Terms of Use & Privacy       Go to top