Mande a um amigo

 

 

SERMÃO EM MENPHIS

Entrei naquela Igreja, um pouco a medo. Era e senti-me um intruso. Fui recebido com sorrisos e oferecera-me um lugar. Por momentos, houve um silêncio. A música suave parou e um frémito burburinho abafou os passos de um negro bem vestido e de olhar seguro, caminhando ausente para o púlpito. E começou a falar:

- Que o Senhor esteja convosco, Irmãos.

E o publico com devoção ia respondendo:

-Sim, Irmão! Aleluia! Oh, Senhor…

Reparei na sua cara com cicatrizes; as mãos rudes não conseguiam disfarçar uma vida dura que a palidez do fato encobria. Então, o Sermão começou:

- Irmãos, eu era um pecador; eu bebia e fumava, eu enganava as mulheres casadas; eu era um Homem mau.

E o publico abanava a cabeça em reprovação, dizendo entre dentes:

- Hum-hum, que vergonha!

-Meu Deus, tende Piedade!

E continuou o discurso, num tom eloquente e sentido.

-Eu era um jogador. Sim Irmãos, eu jogava e pecava. Abusava da bebida e…

(Silêncio) – As lágrimas corriam-lhe pelas faces e os devotos fungavam já.

-E…-continuou – eu tirei a vida de um Homem.

- O Senhor tenha dó – diziam entre o público.

-Eu atravessei o Vale da Morte, Irmãos. Mas não temi porque o Senhor é o meu Pastor.

- Aleluia! Ámen.

- Sim Irmãos. O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará. Naquela noite, eu fui preso pela mão do Homem mas liberto porque o Senhor tocou-me com a sua Mão.

- Aleluia! – o  público começava a entrar em êxtase e a música dava os primeiros acordes.O órgão tingia a noite, com harmonias premonitórias de um Gospel inflamado.

-Ámen.

- Sim Irmãos, eu fui tocado pela Mão do Senhor. Eu não tenho vergonha de o dizer. Porque teria? Aliás, Irmãos, eu sinto Orgulho.

E agora Irmãos, eu sou um crente. Sim Irmãos, eu sou um crente. E vós acreditai também no Reino que há-de vir, pois eu sei e vós sabeis também que Ele virá.

- Aleluia! Ámen.

E a musica flamejava já aquelas almas negras de coração e pele cuja fé era tanta que eu chorei.

Chorei, porque até agora eu não acreditava e agora eu vi a minha vida desfilar num púlpito e também eu fui Tocado pela Mão do Senhor. Aleluia!

 

Autor ©: Peter Lee Dolphein,

http://www.peterleedolph.com

Publicado em Jornal ”TRIBUNA PACENSE" em 22 de Setembro 2006

Last Modified April 28th 2007 Contact me Terms of Use & Privacy         Go to top