Mande a um amigo

GOTA DE AGUA




Minha pequena gota de água
Quando cais pela minha face
Quente e terna
Escorres pelo meu coração...

Minha pequena gota de água
Que sacias minha sede
Que iluminas fantasias
E me entristeces quando acabas,

Quisera eu não ter sede
Nem a vontade de te tocar
Porque a pior sede
É a de Tântalo
A de não poder amar...

Tu sabes, eu sei
Que gota de água
É apenas um nome
Apenas uma metáfora
De primus inter pares,

Pois o que tu significas
O que tu és
Apenas nós dois o sabemos
E nem às paredes
Ousamos confessar,

Eternamente cúmplices
De platónicos deslumbramentos
E aquosos romances...
Por nós sonhados para sempre!


Autor ©: Peterleedolph , Braga 04/08/2004

Publicado No Jornal "Diario Do Minho" em 4/8/2004

http://www.peterleedolph.com

Last Modified: June, 26th 2010 Contact me Terms of Use & Privacy Go to top