Mande a um amigo

QUANDO




QUANDO

Pedi-Te
Tantas Vezes
Que me dissesses
Quando.

Quando Poderia
Beijar-Te e Abraçar-Te
Nestes Meus Braços Frios.

Perguntei ao Sol
Porque Não Aquecia
O Nosso Amor.

Disses-Te nesse teu Sorriso
Que Teria de Esperar
Para Não Ficar Sozinho
E Sempre a Chorar.

Passou Tanto Tempo
E Eu Aqui Esperando
Porque Não me Disses-te
Que Terias outro Alguém...
E Eu Aqui Sozinho...
Esperando por Ti.

Então,
A Luz Brilhou.
Então,
Meu Coração Encontrou
Uma Outra Mulher
Que desta vez
Quando, Não Questionou.

Agora Voltas-te
De Asa Partida
Nesse teu Voo
De Andorinha Ferida.

E desta vez,
Quando Me Pedis-Te
Para voltar,
Eu Apenas Suspirei,
De Alma Aliviada
E Te disse Também...
QUANDO...!



Author: Peter Lee Dolph
Braga/Portugal....09/01/2019


Autor ©: Peterleedolph , Braga 09/01/2019

http://www.peterleedolph.com

Last Modified: January, 9th 2019 Contact me Terms of Use & Privacy Go to top